Anda tudo louco (1)

Anda mesmo tudo louco. Na quinta-feira, no jogo entre o Sporting e o Atlético de Madrid, houve bordoada e pedradas de manhã à noite. No dia seguinte, vi dois automobilistas saírem do carro chamarem filho da puta um ao outro e chegarem a vias de facto, à boa maneira dos filmes americanos. Por onde pa...

Ler mais »

Sonhos loucos

Disse-lhe que Freud e Jung explicavam os símbolos e figuras que surgem nos nossos sonhos e o mais íntimo da nossa consciência, e ela passou a contar-me tudo o que sonhava no dia anterior.   Disse-me que sonhara com um homem que dizia que era o Leonardo Da Vinci e que este lhe garantia que ela era ...

Ler mais »

Faltou perguntar

Esta semana ouvi dizer em dois debates televisivos que Portugal vive acima das suas possibilidades. Como economista que sou, não tenho dificuldade em compreender e admitir a situação. Mas a questão central é: que estratos sociais vivem acima das suas possibilidades? Ou, se quisermos ver por outro pr...

Ler mais »

Sem sabor

Pedi uma sopa, uma salada mista e um sumo. A primeira estava ligeiramente salgada, a segunda não sabia a quase nada: o tomate estava avinagrado e as rodelas de maça e de cenoura sabiam a tudo menos a maça e a cenoura. O sumo, esse, possuía um sabor indecifrável (tinha banana e abacaxi, mas este últi...

Ler mais »

O mundo

Tive sempre mais facilidade em fazer-me entender junto de adultos do que de crianças, o que não é propriamente um elogio.   Lembro-me de estar a ler uma história a um garoto de cinco anos e de ele me pedir para explicar o que era o mundo. Confesso que tive de reflectir uns quantos segundos antes d...

Ler mais »

Fernando Nobre

Passei uns dias fora do país sem acesso à informação. Soube, assim que cheguei, que o fundador e líder da Assistência Médica Internacional (AMI), o médico Fernando Nobre, se vai candidatar à Presidência da República. Trata-se de uma boa novidade. Primeiro, porque é preciso repensar Portugal. Repensa...

Ler mais »

Carnaval

É tempo de festa, é tempo de Carnaval: máscaras, folias, travessuras, bailes de gala, cortejos de rua. Máscaras de políticos ou de animais, divertidas ou sinistras, sagradas ou profanas. Calha sempre numa terça-feira. Há quem leve o ano inteiro a preparar-se. Como o Viegas.   Disse-me há três mese...

Ler mais »

A selva

O dia nasceu com a bicharada nervosa, a trotear, a saltar, a voar para o local onde a assembleia se ia reunir. Viam-se dezenas de belas Raposas, Faisões em grandes correrias, Babuínos de várias espécies, Ursos enormes, ouviam-se os cantos estridentes das Cigarras e Gafanhotos, o cacarejo das Galinha...

Ler mais »

Gatos Gordos

Barack Obama faz hoje o seu primeiro discurso do Estado da União. Com a popularidade abaixo dos 50% ao fim de um ano de mandato, o discurso do presidente americano deve assentar, segundo os especialistas, em três temas candentes: no da legislação de controlo do sector financeiro – como não haverá me...

Ler mais »

Hora de ajudar o Haiti

Uma tragédia caiu sobre o Haiti. Não vou descrever a situação, todos nós a conhecemos, quero apenas lembrar que milhares de pessoas feridas passaram a terceira noite esperando por ajuda e por alimentos.   É fundamental ajudarmos o Haiti. Deixo-vos uma possibilidade, entre muitas outras:   Ajude ...

Ler mais »

O fetiche do dinheiro

Há várias histórias sobre o aparecimento do dinheiro, desconhece-se, contudo, a verdadeira. Uma delas assegura que as primeiras moedas surgiram na Turquia, no século VII a.C., outra defende que foi na antiga Mesopotâmia (actual Iraque), mais ou menos pela mesma altura. Mas há quem faça humor dizendo...

Ler mais »